09/02/2021 às 18h54min - Atualizada em 09/02/2021 às 18h54min

Será que entrar com ação é mesmo a solução

O Poder Judiciário está abarrotado de ações

- Flávia Oleare é advogada civilista, especialista em direito de família
Oleare e Torezani Advocacia e Consultoria (www.oleareetorezani.com.br), contato: flavia@oleareetorezani.com.br
Nós da Oleare e Torezani somos entusiastas da advocacia extrajudicial. Foto:Ilustrativa

As pessoas são muito acostumadas a ter problemas e já pensar logo em ajuizar uma ação judicial.

Já são chavões: “Te vejo na justiça” ! “Você vai se entender com o juiz”

Mas você sabia que há muitas outras formas de se resolver um litígio?

Como todos sabem, o Poder Judiciário está abarrotado de ações.
 
Tudo demora muito, as custas são caras, se você perder a ação ainda pode ser condenado a pagar os honorários do advogado da parte contrária e inevitavelmente, há um grande desgaste emocional para quem tem um processo na justiça.

É importante que as pessoas desarmem os espíritos e tentem resolver as questões de forma consensual, podendo haver a mediação por advogados.
Podem-se fazer notificações, termos de acordo e algumas medidas que antigamente somente eram resolvidas na Justiça, agora podem ser realizadas em

Cartórios de notas, como por exemplo, Divórcios e Inventários.

Além disso, consultas preventivas com advogados especialistas podem ajudar demais a evitar problemas.

Vejo pessoas que as vezes por não querer contratar um advogado previamente, acabam por vezes, entrando em algumas “canoas furadas” que se tornam verdadeiros naufrágios na vida delas.

Nós da Oleare e Torezani somos entusiastas da advocacia extrajudicial.

É mais econômico, mais rápido, mais tranquilo para os clientes e  por isso, em grande parte dos casos, a melhor solução.

Sempre consulte um advogado de sua confiança, isso pode te prevenir muitos aborrecimentos.

Qual a opinião de vocês? Adoraria saber.

Se você gostou deste artigo, envie para um amigo para que ele também tenha acesso a este conteúdo.
 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%