21/09/2021 às 14h55min - Atualizada em 21/09/2021 às 14h55min

Capixaba, campeão espanhol, busca título da Copa da Rússia

Em 2022, Rafael faz planos de defender o título na Espanha

- Peter Falcão
Pauta Livre Assessoria
Temos condições de lutar por este título inédito para o Estado, comentou o atleta Raphael Silva. Foto: Divulgação.

 

Nascido em Anchieta, no dia 22 de janeiro de 1997, Raphael Silva, promissor talento do futebol de areia capixaba, está atualmente em Samara, uma das maiores cidades russas, defendendo o Krylla Lovetov, na tradicional Copa da Rússia. 

O capixaba tem outras experiências internacionais. Teve passagem vitoriosa na Espanha defendendo o Melistar Playa.  

Além de ter sido campeão nacional, foi segundo colocado na Copa da Espanha. Integrou também o clube na Euro Winner (realizada em Portugal) e a seleção de Melilla no Campeonato Nacional de Seleções da Espanha. 

Atuou no campeonato da Ucrânia, vestindo a camisa do Griffin. 

“Estou realizando um sonho. Viajando pelo mundo, conhecendo vários países, convivendo com variadas culturas e fazendo o que eu gosto que é jogar futebol de areia”, destacou. 

Raphael atuou pela seleção brasileira, campeã dos Jogos Sul Americanos Sub-20 no Uruguai em 2017 e nos Jogos Odesur, realizados na Argentina, em 2019, e espera vestir mais vezes a camisa da seleção. “Trabalho forte, focado para isso. É uma honra representar meu país”, disse. 

“Fiquei de fora das Eliminatórias e da última Copa do Mundo, mas sonho em estar nas próximas edições”, afirmou. 

Pentacampeão estadual pela seleção municipal de Anchieta, Raphael tem como uma das metas neste restante de temporada defender o Anchieta Beach Soccer no Brasileiro de Clubes.

“Temos condições de lutar por este título inédito para o Estado, comentou. 

Depois, deve estudar propostas para o Mundialito de Clubes, último evento do ano.  

Em 2022, faz planos de defender o título na Espanha, atuar na Itália e em outros países.

“Vamos estudar o calendário e participar do máximo possível de competições”, disse o estudante de Odontologia que integrou o CTM (Centro de Treinamento Missão), de Bruno Xavier, melhor do mundo FIFA em 2013 e 2014. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%