19/10/2021 às 09h02min - Atualizada em 19/10/2021 às 09h02min

Maguinho: talento inesgotável do futebol de areia capixaba

Ele tem compostos inúmeros raps, que gosta de cantar para os parças

- Peter Falcão
Pauta Livre Assessoria
O atleta, curiosamente parece que “atrai” os gols de bicicleta..Foto Peter Falcão .

 

 

 

Com 40 anos de idade e 18 de carreira na areia, Maguinho esbanja talento e preparação física. O tempo, ao que tudo indica, só o torna mais eficiente. Tanto que foi um dos principais destaques do PSNE, campeão, recentemente, do I Torneio de Santo Antônio de Beach Soccer, que reuniu alguns dos melhores jogadores do Estado na atualidade. 

 

Maguinho tem três grandes ídolos no esporte: Jóia, Duda e Buru. Considera seus momentos mais marcantes quando conquistou pela seleção capixaba o título da Copa do Brasil, em 2006 e quando foi lembrado para atuar pela seleção do Brasil. 


Curiosamente parece que “atrai” os gols de bicicleta. “Não é que eu adore fazer este tipo de gol. No momento que eu recebo a bola, vai no automático”, brinca. 

 

“Eu me sinto confiante e por mais que não seja uma jogada fácil, eu tento. É como andar de bike, penso. Mesmo que não dê certo em todos os jogos, eu pratico”, disse. 

 

Data para encerrar carreira não faz parte do pensamento do atleta, um dos mais queridos do futebol de areia capixaba. 

 

“Nunca pensei em parar de jogar. Enquanto Deus estiver me permitindo e me capacitando eu vou continuar fazendo o que mais amo”, avisou. 

 

Sobre estilo de vida, Maguinho diz que sua inspiração é a favela e que tem carinho especial pelos filhos, suas "eternas crianças". Ele tem compostos inúmeros raps, que gosta de cantar para os parças, quando esta concentrado para os jogos. 

 

Maguinho nasceu em Vitória, no dia 22 de julho de 1981, e tem como uma das características a fácil adaptação nos mais variados pisos, fazendo muito sucesso também nos torneios amadores de futebol de grama. 

 

Defendeu as principais seleções municipais (como Cariacica no Desafio Internacional contra Uruguai) e tem diversas passagens pela seleção capixaba. 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%