21/12/2021 às 05h19min - Atualizada em 21/12/2021 às 05h19min

Ralson Chagas: guerreiro, de corpo e alma, a serviço do futebol de areia

A maior alegria foi ao defender o Rio Branco

- Peter Falcão
Pauta Livre Assessoria
Ralson atravessa grande fase. Ajudou a classificar o Capixaba para a fase final do Campeonato Brasileiro de Clubes. Fotos: Peter Falcão.

Guerreiro como sempre e vivendo grande fase, Ralson Chagas tem como principal projeto para 2022 aprimorar a forma física e manter o ciclo evolutivo, após uma temporada que novamente comprovou o seu grande talento, tendo sido determinante no sucesso do seu clube e da sua seleção municipal nos principais eventos do calendário.  

Considerado, há vários anos, um dos melhores do futebol de areia capixaba, Ralson começou a jogar bola nas quadras e campos da Praia do Suá, em Vitória, e integrou uma geração de grandes talentos. Brilhou em variados Campeonatos Municipais de Vitória e, posteriormente, nos Campeonatos Estaduais, então disputados em Cariacica. 

Mas sua maior alegria veio defendendo o Rio Branco, quando conquistou o título da etapa regional do Campeonato Brasileiro, realizada em Vitória (ES), vencendo em memorável decisão, o Botafogo (RJ) e garantindo vaga na fase final, realizada no Maranhão. “Foi um jogo dos mais emocionantes, definido nos segundos finais”, recordou. 

Curiosamente, ele considera o Estadual que defendeu Vitória, o que atravessava a melhor fase, mas, certamente em função da maior experiência, a melhor atuação aconteceu há três anos com a camisa de Vila Velha, na Praça dos Namorados. “Foi o que melhor joguei, sem dúvidas”, disse. 

Ralson atravessa grande fase. Ajudou a classificar o Capixaba (E$) para a fase final do Campeonato Brasileiro de Clubes, na classificatória realizada em Anchieta, e foi um dos principais jogadores da seleção de Vila Velha que conquistou o segundo lugar no Campeonato Estadual de Futebol de Areia de 2021. 

“Não veio o título, mas o que vale é a alegria da disputa e a amizade que conquistamos no futebol”, destacou. 

Os planos para o ano que vem estão bem definidos. “O principal objetivo é me preparar bem fisicamente para ajudar minha equipe a realizar os sonhos e os projetos”, antecipou. 

Ele é fã do Rivaldo e do Zidane. Muito querido pelos boleiros não lhe peça para citar os amigos favoritos. “São muitos, não tem nem como falar os nomes porque se eu esquecer alguém, aí ferrou”, disse entre gargalhadas. 

Atualmente o que mais gosta de fazer nas horas vagas é passear com a família e jogar futebol com os amigos. 

 O craque garante que não tem arrependimento nenhum da sua trajetória. “Não mudaria nada. Correria o risco de ser tudo diferente. Então, estamos bem assim”, finalizou. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.6%
23.3%
30.1%