11/03/2024 às 11h40min - Atualizada em 11/03/2024 às 11h40min

Sem ajuda dos moradores, dengue pode matar mais pessoas em Barra de São Francisco

- Luiz Carlos Gava
Gazeta do Norte
A situação de alguns logradouros onde o lixo a céu aberto é um paraíso para o Aedes .Foto: Gavinha - Barra de São Francisco.

Todas as ações preventivas e pontuais contra a proliferação do mosquito Aedes aegipty, transmissor da dengue, chikungunya e zika, feitas pela Secretaria de Saúde de Barra de São Francisco, com apoio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), têm sido ‘boicotadas’ por quem mais precisa de proteção contra as doenças.

A realidade está sendo constatada diariamente pelas secretarias municipais envolvidas no combate aos focos do mosquito. Na manhã desta segunda-feira, 11, o próprio prefeito Enivaldo dos Anjos, fez questão de divulgar vídeos e fotos enviados pelo secretário municipal de Limpeza Pública e Serviços, Oséias Simplício, mostrando a situação de alguns logradouros onde o lixo a céu aberto é um paraíso para o Aedes.

“Amigos (as), Oséias Simplício, secretário de Limpeza está fazendo um trabalho, com sua equipe, para limpar os lotes e áreas com matagal onde as pessoas jogam lixo. Estas fotos abaixo mostram como tem muita gente jogando lixo, latas e garrafas, em lotes e áreas sem construção, criando dificuldades para a limpeza do dia a dia. Pedimos aos francisquenses para colaborarem, senão estaremos sempre sendo alvo de mosquitos da dengue e pernilongos. Agradeço. Enivaldo dos Anjos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »