10/02/2020 às 06h04min - Atualizada em 10/02/2020 às 06h04min

Evite que o seu filho tenha problemas na coluna

Além do peso da mochila, estresse, má postura e excesso de estudo podem provocar dores, aponta ortopedista

- Itálo Boa Ventura
Vera Caser Comunicação
Ortopedista Lourimar Tolêdo - Foto: Vera Caser
As férias chegam ao fim, as aulas recomeçam e o peso das mochilas volta a preocupar os pais. Isso porque os cadernos e livros, quando em excesso, podem causar dores nas costas e, com o tempo, acabar gerando problemas como hérnia de disco e escoliose.
 
O cirurgião de coluna Lourimar Tolêdo alerta que a carga total da mochila tem que ser inferior a 10% do peso da criança.
 
“As alças devem ficar posicionadas a oito centímetros acima da cintura. Também é importante arrumar os itens dentro da mochila de modo que os objetos mais pesados fiquem no fundo e próximos ao corpo e divididos equilibradamente entre os ombros”, explica Lourimar.
 
Outros problemas como o estresse e a postura errada propiciam dores nas costas. Para evitá-las, o médico recomenda exercícios físicos frequentes e uma alimentação saudável. “Além disso, evite o exagero na hora dos estudos. Administre o tempo de aprendizado sem deixar de lado os momentos de lazer e de diversão”, sugere.
 
O cirurgião aponta sete situações que precisam ser observadas para evitar problemas na coluna do seu filho:

1-    Pese a mochila vazia: ela não pode ser superior a um quilo;

2-    Anti-choques siliconados nas alças das bolsas proporcionam mais conforto;

3-    O estudo deve ser saudável, sem exageros;

4-    Cintos abdominais ajudam a manter uma postura correta. O uso é recomendado e evita que a coluna fique tensionada para frente ou para trás;

5-    Crianças pequenas precisam utilizar mochilas de rodinha;

6-    Arrume a bolsa diariamente e retire os itens desnecessários para evitar o peso extra;

7-      Garanta que seu filho tenha momentos de lazer, pratique atividades físicas e se alimente de forma equilibrada, hábitos essenciais para preservar a saúde
da coluna.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

43.3%
24.6%
32.2%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...