22/04/2020 às 12h40min - Atualizada em 22/04/2020 às 12h40min

Vila Pavão alerta cafeicultores sobre os perigos de se contratar mão de obra externa na colheita cafeeira

- Cléber Sabino Assessor de Comunicação da Prefeitura de Vila Pavão
Foto> Cleber Sabino - Vila Pavão
O prefeito de Vila Pavão Irineu Wutke, fez um alerta na tarde deste domingo 19, sobre os perigos de se contratar mão de obra externa na colheita cafeeira.

Por meio de áudio, divulgado em uma rede social, direcionado principalmente aos cafeicultores que tradicionalmente trazem trabalhadores de outros estados para trabalharem na safra cafeeira, o prefeito lembrou que no dia 20 de março, através de decreto, foi recomendado que abram mão dessa prática, enquanto durar as medidas de prevenção para evitar a disseminação do novo coronavírus no município.

Como sabemos, a colheita do café,  todos os anos atrai ao município um número significativo de trabalhadores temporários provenientes de outros estados.   e com isso, o risco da disseminação do coronavírus é uma ameaça real à sociedade como um todo.

“Estamos sabendo que mesmo com as restrições, alguns cafeicultores estão trazendo pessoas de outros estados. Pedimos encarecidamente que não façam isso, uma vez que, se, essas pessoas forem acometidas pela doença ou contaminarem outras pessoas na comunidade, é bom que fique claro que quem as contratou, irá arcar com todas as reponsabilidades ”, disse o prefeito.

A recomendação de não contratação de mão de obra externa na colheita deste ano, está explicita no artigo 6º do Decreto Municipal n° 1.318, que contem uma série de medidas temporárias para enfrentamento da pandemia do coronavírus .

A Prefeitura de Vila Pavão está distribuindo cartilha com orientações para prevenção ao novo Coronavírus aos cafeicultores do município. De forma geral, o encarte obedece a publicação elaborada pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca – SEAG, que  fornece orientações gerais aos produtores de café, tais como medidas de prevenção do contágio do vírus, como a adoção de boas práticas específicas em refeitórios, no trabalho da colheita, transporte (que envolve o percurso entre a residência dos trabalhadores e a lavoura), alojamento, e, ainda, esclarecimentos sobre os sintomas do novo coronavírus.

Conforme o prefeito, a Defesa Civil e a Vigilância Sanitária Municipal estão realizando o cadastro das propriedades e dos trabalhadores temporários como forma de dar suporte às ações pelo sistema de saúde e segurança pública.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

43.6%
24.4%
32.0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...