02/07/2021 às 12h04min - Atualizada em 02/07/2021 às 12h04min

Aos 82 anos o colégio Conde de Linhares continua formando gerações

O Conde tinha uma emissora de rádio que produzia programas culturias e esportivos

- Por Paulo César Dutra (Cesinha)
Presente & Passado
O Conde de Linhares tinha um time de futebol, UACEC, uma Banda Marcial de nível nacional e um emissora de rádio comunitária. Foto: Reprodução Fábio Pirajá.


 A escola ou colégio estadual  “Conde de Linhares” foi fundada em 07/07/1939 pelo Professor Aloísio de Barros Leal, profissional com forte espírito de liderança, elemento fundamental para o sucesso do empreendimento. As características nele inerentes associadas ao seu empenho para criação da escola fizeram, dele seu primeiro diretor.

O nome de Conde de Linhares foi dado em homenagem a Dom Rodrigo de Souza Coutinho Teixeira de Andrade Barbosa, conde e diplomata português, Ministro da Marinha de Guerra e dos Estrangeiros. Pessoas muito ilustres se projetaram e ainda se projetam valorosamente em todos os setores sociais, inclusive na política, que passaram por este Educandário, elevaram e elevam o nome de Colatina no cenário nacional.

O Conde de Linhares tinha um time de futebol, UACEC, uma Banda Marcial de nível nacional e um emissora de rádio comunitária.
 
O Conde de Linhares como é conhecido em todos os cantos do Espírito Santo e em boa parte do Brasil e do Mundo, tem no seu currículo a formação de gerações e mais gerações de estudantes colatinenses que, ao deixarem suas salas de aulas, prosseguiram numa maravilhosa carreira de vida em prol do Município, do Estado e do Brasil nos seus desenvolvimentos. Ex-alunos já são ou já foram professores desse brilhante e importante educandário do Norte Capixaba. Pelo Conde de Linhares passaram iminentes colatinenses, que se transformaram em grandes políticos da nossa terra, em médicos, advogados, engenheiros, jornalistas, radialistas, profissionais dos esportes, grandes empresários, enfim, elementos chaves da sociedade em geral.
 
De 1951 a1971 o educandário passou a receber o nome de Colégio Estadual e Escola Normal “Conde de Linhares”. A partir de 1971, passou a denominar-se Escola de 1ª e 2ª Graus “Conde de Linhares”, com os cursos de Habilitação para o Magistério e para o Curso Supletivo. Em 1995 foi criado o Curso Técnico de Contabilidade. Em 2005 a escola foi desativada para reforma e ampliação. Em 2011, novamente reativada com o nome de Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Conde de Linhares”.
 
UACEC
 
A União Atlética Colégio Estadual de Colatina, ou simplesmente União Colatinense ou ainda pelo acrônimo UACEC, foi um clube de futebol brasileiro de Colatina no Espírito Santo. Disputou duas vezes o Campeonato Capixaba de Futebol, sendo vice-campeão nas duas ocasiões em 1961 e 1962, perdendo os títulos para o Santo Antônio e Rio Branco-ES, respectivamente.

O UACEC, foi um time de futebol de Colatina durante as décadas de 50,60 e 70 quando fez muito sucesso no futebol amador e profissional da cidade, que disputou em várias ocasiões o Campeonato Estadual do Espírito Santo. A equipe nasceu de um grupo de estudantes do Colégio Estadual Conde de Linhares.
UACEC era uma equipe temida na região Norte capixaba
 
Em 1973 na última disputa de Série A o UACEC encerrou a participação em último lugar entre as oito equipes que disputaram a competição. Ele alcançou duas vitórias, ambas no final do turno, surpreendente 3x1 sobre o Vitória e 1x0 sobre a Ferroviária de João Neiva.  No turno a equipe encerrou com cinco pontos em sete jogos e ficou na sétima posição. Já no 2º turno encerrou em 8º lugar com quatro pontos em sete jogos. Ao todo foram 14 partidas em 1973 com 2 vitórias, 13 gols marcados contra 26 sofridos.
 
Na penúltima rodada, em solo colatinense, o UACEC empatou em 1x1 com a Ferroviária de João Neiva,  no estádio Justiniano de Melo e Silva. A última partida na 1ª divisão aconteceu fora de casa, no Estádio Salvador Venâncio da Costa, na Capital,  contra o Vitória quando o UACEC perdeu por 4x0.
 
Em 1973, o UACEC recebeu o Botafogo/RJ para uma partida amistosano dia 25 de maio de 1973, no Justiniano de Melo e Silva. O time perdeu de 6x1 para o time carioca, com o gol de honra marcados por Jorginho de Souza. Ainda naquele ano que o time encerrava suas atividades, o UACEC jogou contra o Flamengo no Justiniano de Melo e Silva. Naquele dia o placar foi de 3 x 2 para o Flamengo, com três gols do Zico e dois de Jorginho para o UACEC.
 
Banda Marcial
 
De acordo com dados conseguidos no facebook, em 1957, um grupo de amigos e professores do Conde, entre eles  Thelmo Mota, surgiu a idéia de formar uma banda marcial ao estilo da banda dos Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro. E em 23 de maio de 1958, como num “Abre-te, Sézamo!”, menos de nove meses após a reunião,  estava fundada a Banda Marcial Conde de Linhares. Hercúleos esforços foram despendidos nesse sentido. O Professor Thelmo Motta Costa sempre à frente de tudo.
 
Após conseguirem os recursos financeiros para viabilizar o projeto, o grupo entrou em contato com os Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro, corporação que designou um seu servidor, sargentoEduardo Ramos, que era um dos instrutores de sua colossal banda, para vir a Colatina treinar a moçada que se prontificava a participar da banda do Conde.
 
As primeiras aparições da banda ocorreram aqui mesmo na cidade. O povo se mostrava tão interessado na novidade e já tão orgulhoso da banda que até os ensaios eram muitíssimos concorridos. Os desfiles, por ocasião da festa da cidade, e em todos os outros eventos, eram o ponto alto das festividades. Em pouco tempo, a convite, todos os municípios do Estado, inclusive Vitória, Cachoeiro de Itapemirim e Vila Velha, conheceram os desfiles da Banda Marcial do Conde de Linhares.
 
Rádio do Conde
 
Uma emissora de rádio era o ponto alto do Conde de Linhares, que funcionava no terceiro andar do Colégio. Era conduzida por alunos e que tinha programas engraçados, como a do saudoso Francisco Quedevez Paiva, o famoso Chico Papagaio, que morreu prematuramente. O nome era “Lado B do LP”. É porque todo mundo que pedia músicas sempre queria ouvir as do lado A do Long Play –LP e o Chico Papagaio falava no ar para essa turma que só gosta do lado A do LP, vou rodar uma música do lado B! E a rádio tinha uma missão educativa, inclusive com programas nacionais sobre a Educação. Um dos dirigentes da rádio era no saudoso Beneti. A Rádio atualmente é uma emissora comunitária. Em 1967, no auge da revolução, a emissora chegou a ser ameaçada de ser fechada por causa de informações nada animadoras sobre os contrários aos militares.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%