05/08/2020 às 18h31min - Atualizada em 05/08/2020 às 18h31min

Palmeiras exóticas passam a enfeitar a Avenida Senador Moacyr Dalla, em Colatina (ES)

100 mudas foram plantadas no Aterro da Beira Rio e imediações da rodoviária, no centro

- Laili Campostrini Tardin
Vale por começar a exigir que as variedades de ornamentais plantadas no município sejam retiradas da nossa bela e vasta flora nativa, protesta o movimento ambientalista colatinense. Foto>>>Nilo Tardin
Cem mudas de palmeiras ornamentais passam agora a compor o novo visual da Avenida Senador Moacyr, no Aterro da Beira Rio em Colatina  noroeste capixaba. 

Em nota, a prefeitura de Colatina informa que cada unidade da plameira custou R$ 248,00 e a licitação realizada em 18 de março de 2020, antes da pandemia.

 
Parte do centro da cidade  também foi beneficado. A plantas juvenis com cerca de cinco anos começaram a ser transplantadas na última terça-feira, 4 por  homens e máquinas de construtora Udurban, prestadora de serviço ambientais da prefeitura.  As palmeiras são da espécie Rabo-de-Raposa ( Wodyetia bifurcata ), informa o técnico agrícola e paisagista José Maria Lopes, do Serviço Colatinense de Saneamento Ambiental (Sanear). 

Aos menos 30 homens da empresa foram destacados para fazer o plantio em tempo recorde, na Beira Rio e nas imediações da rodoviária. Podas de árvores também foram executadas na operação.  As mudas adultas de palmeiras anteriormente não resistiram a falta de irrigação e  a seca severa.

“A irrigação e conservação da área vai garantir a sobrevivência delas,” detalha o técnico. De acordo com José Maria as mudas foram adquiridas da pequena cidade de Dona Euzébia com cerca de  7 mil habitantes da região de Cataguases, em Minas Gerais. A variedade é originária de Queensland, na Austrália. Um questionário referente ao custo do paisagismo e questões urbanísticas foi encaminha a assessoria de imprensa da prefeitura, não foi respondido até o momento.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%