20/05/2019 às 15h32min - Atualizada em 20/05/2019 às 15h32min

Prefeitura quer autorizar construção de prédio na Praça do Sol Poente

Troca de terreno de 2 mil metros quadrados está sendo negociada com o Ministério Público do Espírito Santo

- Nilo Tardin
Ilustração
A quadra de esporte e a pista de skate da Praça do Sol Poente podem ser derrubadas para dar lugar a nova sede da Promotoria de Justiça de Colatina, noroeste do Espírito Santo.

Na mensagem enviada a Câmara dos Vereadores no último dia 8 , o prefeito de Colatina Sérgio Meneguelli pede ao legislativo ‘aprecie e aprove’ o projeto de lei autorizando a doação.

O procurador geral da prefeitura Devacir Mário Zaché Júnior confirma a negociação para destinar cerca de 2 mil metros quadrados de área ao Ministério Público do Espírito Santo (MPES).

“É uma permuta. O diálogo vem sendo feito há dois anos. O prefeito concordou em trocar a atual área doada no meio da praça por outra onde ficar a quadra. Somente será entregue diante do compromisso da chefia do ministério de construir a quadra e a pista na antiga área, revertendo o terreno escriturado ao patrimônio municipal”, detalhou o procurador.  

O terreno no coração da Praça do Sol Poente foi doada ao MPES pelo ex-prefeito Dilo Binda através da Lei 4.595 de 9/08/1999. A promotoria funcionou até 2018 quando foi desativada devido a problemas na estrutura.

Funciona agora em um imóvel alugado na Rua Moacir Avidos, em Vila Nova. A mensagem ainda não foi lida no expediente da Câmara, mas pode entrar a qualquer momento, explica o vereador Renan Bragatto. “Depois de lida vai para as comissões a seguir votação. Sou contra mesmo”, adiantou.

Para ser ter uma idéia, o orçamento anual do MPES é maior do que o orçamento de Colatina. Enquanto o MPES têm a disposição R$ 394,8 milhões em 2019, o município de Colatina dispõe de R$ 354, 3 milhões. A assessoria de imprensa do MPES ainda não respondeu a demanda enviada por e-mail na manhã desta segunda-feira, 20.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%