08/11/2018 às 13h04min - Atualizada em 08/11/2018 às 13h04min

Menina tem dois bons amigos

Taxista dão belo gesto de amor aos animais

- Nilo Tardin
Nilo Tardin
Nestes tempos sombrios onde a solidariedade enferruja pela ação do egoísmo, esse exemplo de convivência ‘enriquece o dia a dia da cidade’, reflete o taxista Mozer Rodrigues dos Santos, 31 anos. Mozer e Caubói são os ‘melhores amigos’ da cachorrinha.

Basta estalar os dedos, o bicho levanta a orelha e sai mancando, conseqüência de dois atropelamentos. 

O primeiro acidente ainda filhote, o segundo perto das ruínas do Iate Clube de Colatina, clube social que embalou uma geração-, atualmente caindo aos pedaços agora apenas um fantasma assombrando a paisagem urbana do município. 

Menina foi operada por uma veterinária de Santa Teresa a pedidos dos taxistas, não cobrou nada pôs pinos de metal nas patas, mas sofreu rejeição. Anda com dificuldade, mas corre na hora que Caubói estala os dedos para dar uma voltinha. 

“Vem Gordinha”, chama Caubói pelo apelido antes de encher a vasilha perto da sua casa debaixo do ponto de taxi. “Sabe que vai ganhar churrasquinho”, ri Leonardo Caubói, o mais jovem taxista da pracinha. 

Já Mozer revela que não faz questão de gastar com comida, remédio e atenção ao pet de estimação do grupo. “Ela merece. Até as necessidades vai fazer longe da praça. Fica rodando o dia inteiro”, disse.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%