01/12/2020 às 06h59min - Atualizada em 01/12/2020 às 06h59min

​Horticultores de Maria das Graças viram agricultores familiares

Padrão de vida das famílias que vivem do trabalho agrário na cidade prosperou

- Nilo Tardin
Jornal do Jorge Guimarães
O resultado foi que o padrão de vida das famílias que vivem do trabalho agrário na cidade progrediu. Foto: Nilo Tardin
Treze famílias que vivem de cultivar hortaliças e legumes nas gigantescas hortas às margens do Rio Doce em Maria das Graças foram reconhecidos com agricultores familiares devido ao esforço do vereador Jorge.

Os pequenos agricultores agora tem bloco de notas registrado, direito a aposentadoria especial  rural ( não precisa pagar INSS) descontos na aquisição de sementes e equipamentos, venda direta na merenda e crédito facilitado.

“Enfim saímos da informalidade”, disse Carlos  Coslop, 56 anos. As verduras sempre fresquinhas regada com água de poços profundos são vendidas nas feiras livres, supermercados e merenda escolar da região. O resultado foi que o padrão de vida das famílias que vivem do trabalho agrário na cidade progrediu.
 
Depoimento


“O vereador Jorge cuidou da documentação toda. Antes não tínhamos nada. Agora nossa atividade foi declarada como agricultura familiar”.
Jorge Coslop

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

45.4%
24.3%
30.3%