07/03/2018 às 16h35min - Atualizada em 07/03/2018 às 16h35min

Banestes de portas abertas às empresas de Colatina

Agências de Colatina e São Silvano garantem que oferecem melhores taxas e prazo do mercado

Nilo Tardin
Nilo Tardin
Após a previsão de retomada da economia, o Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) anunciou que irá aumentar a oferta de linhas de crédito para empresas ao longo de 2018 em Colatina, noroeste do Espírito Santo.

A liberação de recursos com “as melhores taxas de juros e prazos do mercado” foi feita nesta quarta-feira, 8 diante de 50 empresários da indústria e comércio na agência do centro da cidade. Um café da manhã marcou o encontro visando aproximar o banco do ramo produtivo.

O lucro de R$ 175, 2 milhões em 2017 foi revelado pelo gerente geral da agência de Colatina Lucas Reis de Oliveira, além de apresentar as operações de crédito e serviços, mostrou que o Banestes atua nas áreas de investimento, seguro, câmbio e imobiliário.

“Além da crise nossa região foi gravemente atingida pela seca e lama a Samarco. Agora o ano começa com boa expectativa de negócios, o Banestes irá fomentar o crédito e liberar recursos que vão ficar dentro do município”, frisou Lucas.

Os programas Nosso Crédito e Microcrédito receberam destaque na linha de financiamentos, pois não precisa ter renda comprovada, revelou o gerente. Segundo Lucas Reis cerca de R$ 30 milhões já foi emprestado pelo Banestes entre 2005 e 2017 a micro negócios no estado. 
O Cartão BNDES foi apresentado como relevante no mercado.
 
O gerente Lucas Reis acrescentou na explanação aos convidados o banco capixaba é líder de depósitos à vista, está presente nas 78 cidades do estado, possui a maior rede estadual com 843 pontos de atendimento, 1,1 milhão de clientes, com 2.422 empregados na ativa.

Já o gerente da agência de São Silvano Edson Antônio Rossi destacou a participação do banco na era digital através das novas versões do Aplicativo Banestes e Internet Banking. Mais de 12 produtos, serviços e linhas de financiamentos foram apresentados ao empresariado pelos dois gerentes das agências colatinenses.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

46.4%
23.4%
30.2%