10/02/2022 às 19h08min - Atualizada em 10/02/2022 às 19h08min

​Colatina vai construir Planetário

Os equipamentos serão operados em parceria com o IFES

Imprensa Colatina
O projeto executivo será entregue na segunda quinzena de março. Foto: Ilustração.

 
A Prefeitura de Colatina, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), vai construir um Planetário na região da Praça Sol Poente, às margens do Rio Doce. Os investimentos somam R$ 8 milhões.

Com área total de 3,2 mil m², o espaço terá capacidade para 65 lugares, um Observatório Astronômico, um Laboratório de Realidade Virtual e Ampliada, um auditório para eventos com 140 lugares e a vai abrigar a nova sede da Secti. Além da abóbada celeste, também serão exibidos no local filmes 3D de interesse cientifico.

De acordo com o prefeito de Colatina, Guerino Balestrassi, a intenção é tornar Colatina uma referência na pesquisa científica, no intercâmbio entre profissionais, possibilitar a capacitação dos estudantes da cidade em projetos de tecnologia e estabelecer uma nova rota de turismo e de lazer para o município.

Além do planetário, o município também prepara uma revitalização no entorno do local, com a construção de um deck, área recreativa e paisagismo, em uma área de 4.850m².

“Quando desenvolvemos o enrocamento e a área verde da avenida Beira Rio, no meu primeiro mandato, tínhamos a intenção de construir esses espaços de convivência, de ciência e de lazer. Agora, com meu retorno à Prefeitura, estamos tirando esse sonho do papel e planejando com as equipes da administração municipal”, afirmou o prefeito.

O projeto executivo do planetário de Colatina já está na sua fase final e a previsão de conclusão é para segunda quinzena de março. O prazo de execução, após as definições finais, é de 18 meses. Além dos recursos próprios, o município busca parcerias estaduais, federais e da iniciativa privada para a realização do projeto.

Guerino destacou também as parcerias com intuições de ensino para garantir a gratuidade de acesso aos estudantes do município para as atividades do planetário.

“Temos dois Institutos Federais no município, o Ifes Colatina e o Ifes Itapina, com professores e alunos que podem realizar diversos projetos de pesquisa em parceira com a Prefeitura. Além dos Centros Universitários, da rede municipal de ensino, das escolas particulares, startups e empresários. O Planetário também é uma grande oportunidade para o empreendedorismo local criar novos negócios”, disse o prefeito.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Quais são os piores motoristas de Colatina

47.2%
23.1%
29.7%